Procuram-se Super-Heróis

Livro: Pro51k9R77CUJL._AA160_curam-se Super-Heróis
Autora:
Bel Pesce
Ano de publicação: 2013
Número de páginas: 87
Média no Skoob: 4.1

“Dois amigos estão conversando sobre abrir lojas de sapatos em lugares muito remotos na África. Eles decidem fazer uma pesquisa de mercado para ver se a oportunidade é boa. Rapidamente, eles descobrem que ninguém usa sapatos lá. Um dos amigos rapidamente conclui: ‘Não há mercado. Ninguém usa sapatos, ainda bem que verificamos isso’. E daí o outro diz: ‘Ninguém usa sapatos… esse simples fato já faz valer a pena tentarmos! Há milhões de pessoas que não usam sapatos e poderiam estar usando!”

Olá, leitores! 🙂

Tenho que começar dizendo que não gosto de livros de auto-ajuda. Sério… não gosto mesmo. Acho que todos acabam falando as mesmas coisas com palavras diferentes. Mas essa é só a minha opinião. Não tenho nada contra quem escreve, quem lê e quem gosta…

Quando comprei esse livro, não sabia que ele era de auto-ajuda. Gostei do título, da capa e do fato de ele estar de graça!

Antes de lê-lo, vi uma entrevista da Bel Pesce no Danilo Gentili e achei ela muito simpática. É uma empreendedora jovem que estudou no MIT e trabalhou no Vale do Silício. Ela também me pareceu uma pessoa muito humana, interessada em ajudar as pessoas. Sabendo que era dela, fiquei mais aberta ao livro.

O livro é voltado para um lado mais empresarial, mas também aborda um pouco sobre o lado pessoal. Em cada capítulo, ela fala sobre uma boa atitude e algumas formas (bem simples) de colocá-las em prática. Alguns temas são: “Lidere por meio de exemplos”, “Faça a outra pessoa se sentir querida”, “Fale e escute com entusiasmo”, “Faça perguntas”, “Seja educado e amigável”, “Evite julgar, ser preconceituoso e invejoso”, etc.

Além disso, o livro traz alguns casos corporativos (como o que coloquei no início) e disso eu gosto. Mas havia bem poucos deles.

Quanto ao conteúdo, achei um pouco fraco. Não sei o que pode ser considerado novo. Como eu disse, não entendo muito bem porque um livro precisa dizer: “Se alguém estiver carregando muito peso, ofereça ajuda.” para que saibamos que é bom agir assim.

A linguagem do livro é bem informal o que o torna bem fácil de ler. O fato de ele ter só 87 páginas também faz com que a leitura acabe rapidinho. Ao longo da leitura, senti que a autora está querendo fazer do mundo um lugar melhor, o que agregou alguns pontinhos ao livro.

Ah, como o livro é de uma brasileira, está no Desafio Literário Skoob 2015 desse mês também!

Entrevista da Bel Pesce no The Noite:

Para comprar o livro, clique em um dos links: Amazon / Saraiva / Submarino

Agora me conta, você já leu o livro? Quer ler? Responde aqui nos comentários!

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Até mais!