The Anatomy Lesson

51U1n682+ZL._AA324_PIkin4,BottomRight,-57,22_AA346_SH20_OU32_Livro: The Anatomy Lesson
Autora: Nina Siegal
Editora: Anchor
Ano de publicação: 2014
Número de páginas: 290

 

 “A mão humana, cavalheiros: o braço humano. É um presente de Deus? Acredito que não vou conseguir responder agora, porque essa questão merece nossa profunda consideração. Apesar de a palestra desse ano explorar muitas partes do corpo humano, o ponto principal da minha apresentação, eu asseguro a vocês, senhores, será minha discussão sobre o braço e a mão humana.” (minha tradução)

Esse livro (que ainda não tem tradução em português) conta a história por trás do quadro “The Anatomy Lesson of Dr. Nicolaes Tulp” pintado por Rembrandt.

É uma ficção histórica e, portanto, parte da narrativa é verdadeira e parte inventada, mas tudo fica tão bem entrelaçado que não dá para saber o que é o que.

O livro conta sobre Adriaen, um jovem, que já perdeu uma mão por roubar e agora será condenado à forca. Flora, uma mulher que está grávida dele, tenta impedir que isso ocorra, mas não consegue. Depois de ser enforcado, seu corpo é usado para uma aula de anatomia, que acontecia anualmente, em Amsterdam.

O Dr. Tulp é quem dará a aula e Rembrandt é contratado para retratar esse momento.

Cada capítulo é narrado por uma personagem diferente e o nome do capítulo é uma parte do corpo relacionada àquela pessoa, por exemplo, quando Adriaen narra o capítulo, chama “O corpo”, quando Rembrandt narra, chama “Os olhos”, quando Descartes narra (sim, ele também estava lá) chama “A mente”, etc. Achei que a autora fez um ótimo trabalho nessa parte, pois é possível ver uma linguagem bem diferente ser usada em cada capítulo.

Durante a narrativa, várias vezes há flashbacks do passado para apresentar melhor as personagens e as situações que elas viveram.

O fato de não saber o que é verdade ou não, me incomodou um pouco, gostaria que houvesse informações no livro que me esclarecesse sobre isso.

Achei que a escrita traz um pequeno problema em relação aos tempos verbais, misturando um pouco presente e passado. Além disso, em alguns momentos ela é um pouco repetitiva.

Apesar disso, a história é bastante interessante, o mais importante não são os acontecimentos em si, mas conhecer um pouco mais da história da época e do quadro. Enquanto eu lia, olhava a imagem do quadro para perceber tudo o que era contado no livro. Como a história se passa em Amsterdam, também tive o prazer de ver lugares que estou conhecendo citados nas páginas do livro.

Depois de ler o livro, tive a oportunidade de conhecer a autora e conversar com ela, foi incrível! (Clique aqui para conferir)

Para comprar o livro, clique no link: Amazon

Por enquanto, fico por aqui.
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts! 😉
Até mais!

Anúncios