Antologia Poética Fernando Pessoa

51NhKvQyfmL._AA160_Livro: Antologia Poética
Autor: Fernando Pessoa
Editora: L&PM Pocket
Ano de publicação: 2012
Número de páginas: 73
Nota no skoob: 4.3

“O poeta é um fingidor. / Finge tão completamente / Que chega a fingir que é dor / A dor que deveras sente. / E os que leem o que escreve, / Na dor lida sentem bem, / Não as duas que ele teve, / Mas só a que eles não têm. / E assim nas calhas de roda /  Gira, a entreter a razão, / Esse comboio de corda / Que se chama coração.”

Esse foi o segundo livro que terminei durante a Maratube Literária.

Fazia bastante tempo que eu não lia um livro de poesias, só uma ou outra pela internet. Isso porque acho que poesia não é um tipo de livro para você sentar e ler, ela pede um estado de espírito diferente, mais aberto. Quando terminamos de ler um poema, precisamos de um tempo de digestão para os nossos pensamentos, não dá para já ir virando a página e lendo o próximo.

Como estava em meio a uma maratona, li o livro de uma vez. Gostei bastante, mas agora estou relendo. Um pouquinho por dia. Um gole de cada vez que é para não engasgar.

Nesse livro, há poesias de Fernando Pessoa e seus três heteronômios (Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis). Achei muito interessante como parecem, realmente, pessoas diferentes. Não só as temáticas dos poemas são diferentes, como sua construção, a maneira de ver e retratar as coisas.

Gosto de poesias que me permitem criar imagens e entender todos os seus significados, também gosto de poesia com rimas. Para o meu gosto, o livro foi muito bom, com alguns poemas que me agradaram mais que outros, como deve ser.

Para comprar livros desse poeta, clique em um dos links: Amazon / Americanas / Cultura / Saraiva / Submarino

Por enquanto, fico por aqui.
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts! 😉
Até mais!