The Winter Witch

L51e5cjnNrJL._AA160_ivro: The Winter Witch
Autora: Paula Brackston
Editora: St. Martin’s Press
Ano de publicação: 2013
Número de páginas: 352
Livro no Skoob

“Quando seus pais te deram esse nome, eles sabiam, assim que você nasceu, os talentos que você tinha? Será que eles estavam se referindo a outra que viveu há muito tempo, que foi uma das bruxas mais poderosas e talentosas que já viveu?” (minha tradução)

Olá, leitores! 🙂

Li esse romance de época para o desafio I Dare You e gostei muito! Ele ainda não tem tradução em português, mas o outro livro da autora (“A Filha da Feiticeira”) tem. Não li ainda, mas pela experiência que tive com esse livro, estou com vontade de ler!

“The Winter Witch” se passa no século XIX e conta a história da Morgana, uma moça que não fala desde que seu pai saiu de casa e nunca mais voltou, quando ela ainda era criança. Morgana também faz coisas estranhas acontecerem, mas procura deixar esses seus poderes bem escondidos para não ser ainda mais maltratada.

Sua mãe arruma seu casamento com Cai, um vaqueiro que precisa ser casado para ser aceito em sua profissão. Cai sofre muito após a morte de sua primeira esposa, mas precisa casar novamente. Em uma de suas viagens conhece Morgana e o casamento fica acertado.

Durante a história, acompanhamos a vida de casado dos dois, a dificuldade de se entenderem, os problemas que aparecem e a maneira como vão se conhecendo e se aceitando.

Além disso, descobrimos que na cidadezinha onde moram há outras pessoas com poderes e com o objetivo de fazer o mal. Assim, Morgana terá que aprender a utilizar melhor sua magia.

O livro é muito bom! Apesar de lê-lo em inglês, o que às vezes me cansa um pouco mais, a partir da metade do livro não consegui mais largá-lo. A história se tornou muito envolvente.

As personagens são bem construídas. Aos poucos, vamos conhecendo o passado delas e nos aproximando cada vez mais.

O único ponto negativo que tenho para apontar é que alguns itens e fatos que tiveram grande ênfase sumiram sem fazer a menor diferença na história, como se tivesse ficado algo mal explicado. Acredito que seria melhor se eles, simplesmente, não tivessem aparecido.

Uma história com um romance doce e um pouco de magia que eu recomendo!

Book trailer (em inglês):

Para comprar o livro, clique aqui: Amazon

Agora me conta, você já leu o livro? Quer ler? Já leu “A Filha da Feiticeira”? Responde aqui nos comentários!

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Até mais!

Anúncios

Disney Book Tag

Olá, leitores! 🙂

A tag de hoje consiste em relacionar personagens da Disney com personagens de livros. Como amo tudo da Disney, não podia ficar de fora dessa.

A tag original é do canal da Katytastic e eu a traduzi.

Quem quiser responder, fique à vontade, só não esquece de colocar os créditos. 😉

As perguntas são:
1- A Pequena Sereia – um personagem que está fora de seu elemento, um “peixe fora d’água”
2- Cinderela – um personagem que passou por uma grande transformação
3- Branca de Neve – um livro com um grupo eclético de personagens
4- Bela Adormecida – um livro que te pôs para dormir
5- O Rei Leão – um personagem que sofreu algo traumático na sua infância
6- A Bela e a Fera – um livro fera (um grande livro) que te intimidou, mas você descobriu uma bela história
7- Aladin – um personagem que tem seu pedido atendido para melhor ou pior
8- Mulan – um personagem que finge ser algo ou alguém que não é
9- Toy Story- um livro cujos personagens você gostaria que se tornassem reais
10- Descendentes Disney – seu vilão favorito ou um personagem de moral duvidosa

Links para livros citados no vídeo:
Eleanor & Park – Post/Vídeo
Se eu Ficar – Post/Vídeo
Para Onde Ela Foi – Post/Vídeo
Cidade dos Ossos – Post/Vídeo
Starters/Enders – Post/Vídeo
Tag anterior (Jennifer Lawrence) – Post/Vídeo

Livros citados no vídeo:








Para comprar os livros, clique nas imagens ou aqui: Saraiva /Submarino

Agora me conta, o que achou da tag? Já leu algum desses livros? Qual? Concorda com alguma resposta que dei? Responde aqui nos comentários!

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “Sniper Americano” e…

liaamostragratise

517aKo0pNsL._AA160_Livro: Sniper Americano
Autor: Chris Kyle
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015 
Número de páginas: 344
Média no Skoob: 4.1

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Esse livro é uma autobiografia. Nele, Chris, considerado o atirador de elite das forças americanas que matou mais pessoas até hoje, conta sua história desde a juventude até sua participação na Guerra do Iraque.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Para mim, o número não é importante. Eu só queria ter matado mais. Não para me gabar, mas porque acredito que o mundo é um lugar melhor sem selvagens por aí tirando vidas americanas. Todas as pessoas em quem atirei no Iraque tentavam ferir americanos ou cidadãos iraquianos leais ao novo governo.
Eu tinha um trabalho a fazer como Seal. Eu matava o inimigo – um inimigo que vi tramando matar meus compatriotas, dia após dia. Sou atormentado pelos êxitos do inimigo. Foram poucos, porém, mesmo a perda de uma única vida americana já é demais.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
4 – Cinco Minutos Para Viver

TERMINA COM:
“Depois da empolgação do início da guerra, desanimamos. Ficávamos só sentados sem fazer nada. Um dos homens tinha uma câmera e gravou um vídeo debochando do assunto. Não havia muita coisa para fazer. Achamos algumas armas iraquianas e as reunimos numa pilha para explodi-las. Porém, foi só isso. Os iraquianos não mandavam barcos na nossa direção , e os iranianos só davam aquele único disparo, depois se abaixavam e esperavam pela nossa reação. A coisa mais divertida que fazíamos era entrar na água e mijar na direção deles.”

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei bastante. Apesar de ser uma visão parcial e bem patriótica dos Estados Unidos, é muito interessante (e um pouco chocante) conhecer a rotina de um soldado (no caso, um Seal) e, mais ainda, saber como ele pensa e vê as situações.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim.

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!

Boas notícias dessa semana!

Olá, leitores! 🙂

Trailer de “Cidades de Papel”

No dia 12/05, saiu o novo trailer de “Cidades de Papel” (que será lançado em 24/07)! 😀
Eu não li o livro ainda, mas estou morrendo de vontade de lê-lo e de assistir ao filme. Quem mais?

Screen Shot 2015-05-13 at 12.47.33 PM“O novo trailer oficial de “Cidades de Papel”! Apenas 72 dias para o lançamento em 24 de Jullho.”

Elenco de Instrumentos Mortais

Mais confirmações do elenco para a série!! Estou adorando as escolhas e ficando muito ansiosa para assistir… E vocês?

Confira quem já foi acertado até agora:

Slice-1

Por enquanto fico esperando mais boas notícias!! 😉

Até a próxima!

Procuram-se Super-Heróis

Livro: Pro51k9R77CUJL._AA160_curam-se Super-Heróis
Autora:
Bel Pesce
Ano de publicação: 2013
Número de páginas: 87
Média no Skoob: 4.1

“Dois amigos estão conversando sobre abrir lojas de sapatos em lugares muito remotos na África. Eles decidem fazer uma pesquisa de mercado para ver se a oportunidade é boa. Rapidamente, eles descobrem que ninguém usa sapatos lá. Um dos amigos rapidamente conclui: ‘Não há mercado. Ninguém usa sapatos, ainda bem que verificamos isso’. E daí o outro diz: ‘Ninguém usa sapatos… esse simples fato já faz valer a pena tentarmos! Há milhões de pessoas que não usam sapatos e poderiam estar usando!”

Olá, leitores! 🙂

Tenho que começar dizendo que não gosto de livros de auto-ajuda. Sério… não gosto mesmo. Acho que todos acabam falando as mesmas coisas com palavras diferentes. Mas essa é só a minha opinião. Não tenho nada contra quem escreve, quem lê e quem gosta…

Quando comprei esse livro, não sabia que ele era de auto-ajuda. Gostei do título, da capa e do fato de ele estar de graça!

Antes de lê-lo, vi uma entrevista da Bel Pesce no Danilo Gentili e achei ela muito simpática. É uma empreendedora jovem que estudou no MIT e trabalhou no Vale do Silício. Ela também me pareceu uma pessoa muito humana, interessada em ajudar as pessoas. Sabendo que era dela, fiquei mais aberta ao livro.

O livro é voltado para um lado mais empresarial, mas também aborda um pouco sobre o lado pessoal. Em cada capítulo, ela fala sobre uma boa atitude e algumas formas (bem simples) de colocá-las em prática. Alguns temas são: “Lidere por meio de exemplos”, “Faça a outra pessoa se sentir querida”, “Fale e escute com entusiasmo”, “Faça perguntas”, “Seja educado e amigável”, “Evite julgar, ser preconceituoso e invejoso”, etc.

Além disso, o livro traz alguns casos corporativos (como o que coloquei no início) e disso eu gosto. Mas havia bem poucos deles.

Quanto ao conteúdo, achei um pouco fraco. Não sei o que pode ser considerado novo. Como eu disse, não entendo muito bem porque um livro precisa dizer: “Se alguém estiver carregando muito peso, ofereça ajuda.” para que saibamos que é bom agir assim.

A linguagem do livro é bem informal o que o torna bem fácil de ler. O fato de ele ter só 87 páginas também faz com que a leitura acabe rapidinho. Ao longo da leitura, senti que a autora está querendo fazer do mundo um lugar melhor, o que agregou alguns pontinhos ao livro.

Ah, como o livro é de uma brasileira, está no Desafio Literário Skoob 2015 desse mês também!

Entrevista da Bel Pesce no The Noite:

Para comprar o livro, clique em um dos links: Amazon / Saraiva / Submarino

Agora me conta, você já leu o livro? Quer ler? Responde aqui nos comentários!

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “O Árabe do Futuro” e…

liaamostragratise

51nEJCtCnEL._AA160_

Livro: O Árabe do Futuro
Autor: Riad Sattouf
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015 
Número de páginas: 160
Livro no Skoob

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Nessa Graphic Novel, o autor conta sobre sua própria experiência quando criança ao ter que seu mudar para Líbia com seus pais, pois seu pai (um sírio que se formou na França e casou com uma francesa) iria lecionar na universidade de lá. Ele descreve as características culturais e o cenário político desse país.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“- Bom dia, irmão, o que você está fazendo na minha casa?
– Pois esta é minha casa, irmão! Ela estava vazia… O Guia permite que todos os cidadãos ocupem os imóveis vazios, você bem sabe.
– Eu sou doutor da universidade! Vou chamar a polícia agora mesmo!
– Não vale a pena. Eu sou policial… Saia empurrando umas portas que você acaba encontrando uma casa, irmão.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
(O livro não tem capítulos)

TERMINA COM:
” (No rádio) Uma vez cumprida essa missão, o Guia do Estado das Massas Árabes Líbias afirmou que não hesitaria em atravessar o oceano Atlântico para invadir os Estados Unidos e matar Reagan, aquele filho do cão que… que… Desculpem-me… Que… pffrtt… que… perdão pfff Hi! Hi! Hi! Hi! Hiiiiii! HA! HA! HA! HA! HA! HA! HA! HA!” (a mãe de Riad trabalhando na rádio)

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei do modo como ele nos mostra a vida das pessoas na Líbia (na década de 80), tudo era de todo mundo. Qualquer um podia ocupar uma casa que encontrasse vazia, a comida era entregue igual para todos, sem ninguém poder escolher, teve uma época que eles só ganhavam bananas. Os traços são simples e divertidos. Achei que ao tratar do cenário político a história ficou um pouco confusa, ele mistura fatos com pensamentos do pai dele, com falas do cotidiano e fica complicado de entender (pelo menos para mim que não conheço sobre o assunto).

COMPRARIA O LIVRO?
Não. Apesar de ter gostado bastante do retrato da sociedade, algumas partes me incomodaram.

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!

Minha Mãe É Uma Peça

Livro: 51weCbGsz3L._AA160_ Minha Mãe É Uma Peça
Autor: Paulo Gustavo
Editora: Objetiva
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 150
Média no Skoob: 4.4

“Eu sou muito amiga dos meus filhos. Eu digo: ‘Meus filhos, se vocês matarem alguém, quem é a primeira pessoa que vai saber?’ Eles respondem: ‘É você, mãe.’ Quando eu contei isso pra Valdeia, ela até falou: ‘Dona Hermínia, é bom mesmo que a senhora seja a primeira pessoa a saber, porque aí já garante que não é você a vítima.’ Aí disse pra ela: ‘Tomara que a vítima não seja você também, né? Porque podia ser você, Valdeia!’ Dei logo uma resposta e mandei ela lavar a louça. Muito sonsa essa Valdeia.”

Olá, leitores! 🙂

Ganhei esse livro da minha irmã (obrigada! ❤ ) de tanto que gostei do filme de mesmo nome. Resolvi lê-lo para o Desafio Literário Skoob 2015 (livros escritos em língua portuguesa) e porque está chegando o Dia das Mães e, para mim, a D. Hermínia mostra o que toda mãe tem vontade de fazer, mas, ainda bem, nem sempre tem coragem.

O livro não traz uma história, mas sim a D. Hermínia falando de diversos assuntos: filhos, preconceito, viagem, ex-marido, vizinhos, etc. É como se ela estivesse conversando com a gente, numa linguagem bem informal, sobre suas opiniões acerca desses e outros assuntos. E para quem conhece D. Hermínia sabe o quanto suas opiniões são fortes e o quanto é divertido o jeito que ela nos conta as coisas.

11227167_808596652570582_2030074212_o

Acho indispensável ver o filme, ou conhecer a Dona Hermínia dos quadros no programa 220 volts, porque o livro é escrito exatamente do jeito que ela falaria, então se você conhece esse jeito fica mais fácil de entender as entonações do texto. Enquanto eu lia, ouvia ela falando.

Particularmente, preferi o filme. O livro é um compilado de textos (próximos de crônicas) e, naturalmente, alguns textos/temas são melhores que outros. Alguns mais engraçados que outros. Alguns um pouco repetitivos.

11241141_808596649237249_1441047950_o

Mas, no geral, é uma leitura bem tranquila e divertida. Li o livro todo bem rapidinho e foi ótimo matar a saudade dessa personagem que eu adoro!

Book Trailer:

Para comprar o livro, clique aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

Agora me conta, você já leu o livro? Já assistiu ao filme? Que achou? Responde aqui nos comentários!

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Até mais!

TAG: Jennifer Lawrence

Oi, leitores! 🙂

Respondi à “TAG: Jennifer Lawrence” em vídeo!

Para quem quiser responder também, vou deixar as perguntas aqui embaixo. É só colocar os créditos e, se quiser, deixe o link nos comentários para eu ver também. 😉

Perguntas:

1. Ficando longe das redes sociais: Um livro que você se recusa a ler.
2. Tropeço no Oscar: um livro/série que bateu na trave.
3. O photobomb da Taylor Swift no Golden Globes: um livro/série que você não achou que ficaria tão popular.
4. Trabalho com o David O. Russell: personagem disfuncional que você não pode evitar amar.
5. Mística: um vilão que acredita estar fazendo o que é certo.
6. Bradley Cooper: a que autor você sempre volta?
7. Recebendo spoiler de Homeland ao vivo: um spoiler que você recebeu.
8. Jogos Vorazes: série preferida.
9. A obsessão que todos têm de serem amigos dela: um personagem que seria seu melhor amigo.
10. Tudo que ela já disse: personagem sarcástico e engraçado preferido.

Vídeo original
Vídeo da Natasha
Tag traduzida

Livros citados no vídeo:



Para comprar os livros, clique nas imagens ou aqui: Saraiva / Submarino

Agora me conta, o que achou da tag? Já leu algum desses livros? Qual? Concorda com alguma resposta que dei? Responde aqui nos comentários!

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis do livro “Um Mais Um” e…

41worRTVLnL._AA160_Livro: Um Mais Um
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015 
Número de páginas: 320
Média no Skoob: 4.5

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Eduardo era o dono de uma empresa. Por ter passado informações proibidas para uma mulher com quem estava saindo, está afastado enquanto responde a um processo judicial.
Jess é faxineira e garçonete, mãe de Tanzie e madrasta de Nicky. Seu marido foi embora e não ajuda a arcar com as despesas, apesar da dificuldade que estão tendo. Tanzie é excepcional em matemática, por isso ganha uma bolsa em uma escola particular. Ainda com 90% de bolsa, Jess não pode pagar os custos que restaram.
Jess é faxineira do condomínio onde Eduardo está hospedado. Os encontros entre os dois não são amigáveis.
Eduardo deixa cair um bolo de dinheiro que Jess encontra. O professor de Tanzie diz que vai ter uma competição de matemática com prêmio em dinheiro. Jess se anima, mas como a matrícula tem de ser feita imediatamente, para manter a vaga na escola, ela usa o bolo de dinheiro que encontrou.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Ela ficou parada no meio da sala, pensando. Depois subiu a escada correndo, tirou o dinheiro do Sr. Nicholls daquele ninho entre suas meias-calças e, quando se deu conta, já tinha enfiado tudo em um envelope, rabiscado um bilhete e escrito o endereço em letras caprichadas na frente, junto a ST. ANNE’S, GABINETE DE ADMISSÃO, e calculado que poderia passar lá no dia seguinte a caminho da faxina.
Devolveria o dinheiro. Cada centavo.
Mas, naquele momento, não tinha escolha.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
Capítulo 8 – Ed

TERMINA COM:
“Seu advogado insinuara que a culpa era dele por não ter trocado as fechaduras das portas. Todo mundo fazia isso, aparentemente.
– Eu estava triste, Eduardo. Sinto falta de você. Só queria uma lembrança sua.
– Certo. Do homem para quem não aguentava nem mais olhar, como você disse.” (Eduardo conversando com sua ex-mulher)

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei, apesar de, por enquanto, ele não trazer nada de novo, mas ainda está cedo para julgar. A narrativa vai pegando ritmo aos poucos, mas me deixou com um pouco de raiva por tudo dar errado e ser tão difícil para Jess.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim. Quero saber como tudo será resolvido.

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!