Objetos Cortantes

41wZxVnvnCL._AA160_ Livro: Objetos Cortantes
Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 254
Média no Skoob: 4.2

“Bebi mais vodca. O que eu mais queria era ficar novamente inconsciente, envolta pela escuridão, alheia a tudo. Estava péssima. Eu sentia as lágrimas represadas, como um balão de água cheio prestes a explodir. Suplicando por um furo de alfinete. Wind Gap era tóxica para mim. Aquela casa era tóxica para mim.”

Olá, leitores! 🙂

O primeiro livro de Gillian Flynn, autora de Garota Exemplar, conta a história de Camille Preaker, uma jornalista de um jornal de Chicago.

Seu chefe pede que ela vá a Wind Gap, sua cidade natal, noticiar casos estranhos que estão acontecendo por lá.

Camille não fica nada feliz em ter de voltar para a cidade da qual saiu há oito anos. Seu relacionamento com sua mãe é muito conturbado. Ela não gosta de sua meia-irmã. E, juntamente com todas as lembranças ruins, a casa a lembra de Marian, sua irmã mais nova que morreu há quase 20 anos.

Com a chegada de Camille à cidade, vamos descobrindo algumas coisas. Os crimes ocorreram com duas meninas que foram assassinadas e o assassino arrancou todos os dentes delas.

Também descobrimos que Camille se automutilava, cortando em sua pele palavras que ouvia, todos os tipos de palavra em cada pedacinho de seu corpo, menos no rosto e no meio das costas, onde não alcançava. Em função disso, ela ficou um tempo internada em um hospital psiquiátrico.

A narrativa em primeira pessoa vai sendo construída de uma forma tensa, cheia de mistérios e personagens perturbadas. Junto com Camille, vamos conhecendo melhor as pessoas da cidade e tentando identificar quem é o assassino. Confesso que não lia o livro antes de dormir por conta da angústia que ele me causava.

As personagens são muito bem construídas e quanto mais informações recebemos, mais nos perguntamos como alguém pode ser assim.

A história é pesada, mas o mistério nos faz devorar suas páginas, que nos surpreendem até o final.

Book trailer:

Para comprar o livro, clique em um dos links: Amazon / Saraiva / Submarino

Agora me conta, você já leu esse livro? O que achou? Leu Garota Exemplar? Quer ler? Responde aqui nos comentários!

Até mais! 😉

Anúncios

Li a Amostra Grátis de “A Garota que Você Deixou Para Trás” e…

liaamostragratise

51rTH2psirL._AA160_

Livro:  A Garota que Você Deixou Para Trás
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2014
Número de páginas: 384
Média no Skoob: 4.4

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
A história se passa em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial. St. Péronne, na França, está sob o domínio alemão. Sophie Lefévre vive lá com sua irmã, seu irmão e seus dois sobrinhos, seu marido está na guerra.
Desde que Herr Kommandant decidiu que os alemães jantariam no bar dela e demonstrou, veladamente, ter um certo carinho por ela, seus vizinhos passaram a considerá-la uma traidora.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Mas havia, como era de se prever, um lado negativo. Madame Durant e Madame Louvier haviam decidido que, mesmo que eu não falasse com os oficiais, nem sorrisse para eles, nem agisse como se fossem outra coisa que não uma imposição grosseira em minha casa, eu devia estar sendo contemplada com a generosidade alemã. Eu sentia seus olhos em mim quando recebia os suprimentos regulares de comida, vinho e combustível. Eu sabia que éramos assunto de acaloradas conversas na praça.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
Capítulo 7

TERMINA COM:
“Meu irmão me fuzilou com os olhos, depois saiu da cozinha batendo a porta. Fiquei olhando para a massa um bom tempo antes de me lembrar que devia estar fazendo uma torta.”

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei! Achei a história muito interessante por abordar a temática da guerra de um ponto de vista mais íntimo e pessoal. A narrativa se desenvolve muito bem e é muito envolvente.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim!

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro ou algum outro da autora? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “Sniper Americano” e…

liaamostragratise

517aKo0pNsL._AA160_Livro: Sniper Americano
Autor: Chris Kyle
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015 
Número de páginas: 344
Média no Skoob: 4.1

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Esse livro é uma autobiografia. Nele, Chris, considerado o atirador de elite das forças americanas que matou mais pessoas até hoje, conta sua história desde a juventude até sua participação na Guerra do Iraque.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Para mim, o número não é importante. Eu só queria ter matado mais. Não para me gabar, mas porque acredito que o mundo é um lugar melhor sem selvagens por aí tirando vidas americanas. Todas as pessoas em quem atirei no Iraque tentavam ferir americanos ou cidadãos iraquianos leais ao novo governo.
Eu tinha um trabalho a fazer como Seal. Eu matava o inimigo – um inimigo que vi tramando matar meus compatriotas, dia após dia. Sou atormentado pelos êxitos do inimigo. Foram poucos, porém, mesmo a perda de uma única vida americana já é demais.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
4 – Cinco Minutos Para Viver

TERMINA COM:
“Depois da empolgação do início da guerra, desanimamos. Ficávamos só sentados sem fazer nada. Um dos homens tinha uma câmera e gravou um vídeo debochando do assunto. Não havia muita coisa para fazer. Achamos algumas armas iraquianas e as reunimos numa pilha para explodi-las. Porém, foi só isso. Os iraquianos não mandavam barcos na nossa direção , e os iranianos só davam aquele único disparo, depois se abaixavam e esperavam pela nossa reação. A coisa mais divertida que fazíamos era entrar na água e mijar na direção deles.”

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei bastante. Apesar de ser uma visão parcial e bem patriótica dos Estados Unidos, é muito interessante (e um pouco chocante) conhecer a rotina de um soldado (no caso, um Seal) e, mais ainda, saber como ele pensa e vê as situações.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim.

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “O Árabe do Futuro” e…

liaamostragratise

51nEJCtCnEL._AA160_

Livro: O Árabe do Futuro
Autor: Riad Sattouf
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015 
Número de páginas: 160
Livro no Skoob

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Nessa Graphic Novel, o autor conta sobre sua própria experiência quando criança ao ter que seu mudar para Líbia com seus pais, pois seu pai (um sírio que se formou na França e casou com uma francesa) iria lecionar na universidade de lá. Ele descreve as características culturais e o cenário político desse país.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“- Bom dia, irmão, o que você está fazendo na minha casa?
– Pois esta é minha casa, irmão! Ela estava vazia… O Guia permite que todos os cidadãos ocupem os imóveis vazios, você bem sabe.
– Eu sou doutor da universidade! Vou chamar a polícia agora mesmo!
– Não vale a pena. Eu sou policial… Saia empurrando umas portas que você acaba encontrando uma casa, irmão.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
(O livro não tem capítulos)

TERMINA COM:
” (No rádio) Uma vez cumprida essa missão, o Guia do Estado das Massas Árabes Líbias afirmou que não hesitaria em atravessar o oceano Atlântico para invadir os Estados Unidos e matar Reagan, aquele filho do cão que… que… Desculpem-me… Que… pffrtt… que… perdão pfff Hi! Hi! Hi! Hi! Hiiiiii! HA! HA! HA! HA! HA! HA! HA! HA!” (a mãe de Riad trabalhando na rádio)

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei do modo como ele nos mostra a vida das pessoas na Líbia (na década de 80), tudo era de todo mundo. Qualquer um podia ocupar uma casa que encontrasse vazia, a comida era entregue igual para todos, sem ninguém poder escolher, teve uma época que eles só ganhavam bananas. Os traços são simples e divertidos. Achei que ao tratar do cenário político a história ficou um pouco confusa, ele mistura fatos com pensamentos do pai dele, com falas do cotidiano e fica complicado de entender (pelo menos para mim que não conheço sobre o assunto).

COMPRARIA O LIVRO?
Não. Apesar de ter gostado bastante do retrato da sociedade, algumas partes me incomodaram.

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis do livro “Um Mais Um” e…

41worRTVLnL._AA160_Livro: Um Mais Um
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015 
Número de páginas: 320
Média no Skoob: 4.5

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Eduardo era o dono de uma empresa. Por ter passado informações proibidas para uma mulher com quem estava saindo, está afastado enquanto responde a um processo judicial.
Jess é faxineira e garçonete, mãe de Tanzie e madrasta de Nicky. Seu marido foi embora e não ajuda a arcar com as despesas, apesar da dificuldade que estão tendo. Tanzie é excepcional em matemática, por isso ganha uma bolsa em uma escola particular. Ainda com 90% de bolsa, Jess não pode pagar os custos que restaram.
Jess é faxineira do condomínio onde Eduardo está hospedado. Os encontros entre os dois não são amigáveis.
Eduardo deixa cair um bolo de dinheiro que Jess encontra. O professor de Tanzie diz que vai ter uma competição de matemática com prêmio em dinheiro. Jess se anima, mas como a matrícula tem de ser feita imediatamente, para manter a vaga na escola, ela usa o bolo de dinheiro que encontrou.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Ela ficou parada no meio da sala, pensando. Depois subiu a escada correndo, tirou o dinheiro do Sr. Nicholls daquele ninho entre suas meias-calças e, quando se deu conta, já tinha enfiado tudo em um envelope, rabiscado um bilhete e escrito o endereço em letras caprichadas na frente, junto a ST. ANNE’S, GABINETE DE ADMISSÃO, e calculado que poderia passar lá no dia seguinte a caminho da faxina.
Devolveria o dinheiro. Cada centavo.
Mas, naquele momento, não tinha escolha.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
Capítulo 8 – Ed

TERMINA COM:
“Seu advogado insinuara que a culpa era dele por não ter trocado as fechaduras das portas. Todo mundo fazia isso, aparentemente.
– Eu estava triste, Eduardo. Sinto falta de você. Só queria uma lembrança sua.
– Certo. Do homem para quem não aguentava nem mais olhar, como você disse.” (Eduardo conversando com sua ex-mulher)

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei, apesar de, por enquanto, ele não trazer nada de novo, mas ainda está cedo para julgar. A narrativa vai pegando ritmo aos poucos, mas me deixou com um pouco de raiva por tudo dar errado e ser tão difícil para Jess.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim. Quero saber como tudo será resolvido.

Para comprar o livro, é só clicar aqui: Amazon / Saraiva / Submarino

E você, já leu esse livro? Ficou com vontade de ler?
Escreva aqui nos comentários. 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “Selva de Gafanhotos” e…

liaamostragratise

41dyzB6gSPL._AA160_

Livro: Selva de gafanhotos
Autor: Andrew Smith
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 352
Média no Skoob: 4.1

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Austin Szerba mora em Ealing, Iowa. Ele está no 2o ano do Ensino Médio, adora escrever tudo o que acontece com ele e está sempre com Robby Brees, seu melhor amigo, e Shann Collins, sua namorada. Robby é gay, Austin talvez também seja, ele não sabe ainda, mas pensa sobre o assunto frequentemente. Certo dia, a Cepa de Praga IM 412E Contida foi liberada, não dá para saber, ainda, exatamente o que ela faz, mas Austin diz que “o fim do mundo começou por volta das duas da manhã”.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Esta é a minha história.
Ela tem alguns elementos: bebês de duas cabeças, insetos do tamanho de uma geladeira, Deus, o diabo, guerreiros sem braços e pernas, foguetes, sexo, sinos de mergulho, roubo, guerra, monstros, motores de combustão interna, amor, cigarros, alegria, abrigos antibombas, pizza e crueldade.
Assim como a história sempre foi.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
BANHO, BARBA E DECÊNCIA (PARTE 2: O MILHARAL EM WATERLOO)

TERMINA COM:
“Além disso, Shann não disse eu também amo você.
Todo mundo sabe que eu também amo você não significa eu amo você.
também transforma a frase em uma concessão, um gesto, um instinto de cordialidade.”

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
O livro me lembrou “Quem é você, Alasca?” (John Green) pela linguagem utilizada e pelas personagens. O jeito que Austin narra a história é muito irreverente e divertido. Nos sentimos dentro dos pensamentos de um adolescente que conta os fatos de um jeito “nu e cru”.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim!

Para comprar o livro, clique em um dos links: Amazon / Saraiva

Por enquanto, fico por aqui. 😉
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts.
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “A Segunda Pátria” e…

liaamostragratise

seg

Livro: A segunda pátria
Autor: Miguel Sanches Neto
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 320
No Skoob

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
O livro conta sobre uma realidade hipotética de como seria se o Nazismo tivesse chegado ao Brasil. Adolpho é um negro que, por causa dos patrões de seus pais, estudou em um colégio alemão, aprendeu a falar essa língua, se formou em Engenharia e sonhava em morar na Alemanha. Mas com a chegada do Nazismo nada disso importa, por ser negro é demitido, preso e começa a trabalhar como escravo em uma fazenda junto com tantos outros na mesma condição.

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Estavam todos, transcorridas décadas do fim da escravidão, numa senzala. Não havia diferenças agora, pouco importando que um deles tivesse lido alguns livros e morado por um tempo entre os patrões. As grades, aqueles pijamas e o lugar sujo os uniam.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
Quatorze

TERMINA COM:
“Tudo na vida deles ficara ruim. Perderam a casa e o filho. Não queriam pensar nisso; sabiam que ele poderia ter sido assassinado. Os nazistas não suportariam um negro inteligente, um doutor em engenharia. Também foram obrigados a deixar como bandidos a cidade em que haviam morado tantos anos. Só uma coisa boa estava acontecendo. Receberam o neto, que dependia agora só dos dois.” (sobre os pais de Adolpho)

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
A história, como tantas que falam sobre o Nazismo, é um pouco pesada, não tem como não ficarmos indignados com a situação, triste com o que vai acontecendo na vida das personagens e chocados com algumas descrições. Os capítulos são curtos e a leitura flui com facilidade.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim! Essa é uma temática que me atrai.

Para comprar o livro, clique em um dos links: Amazon / Saraiva

Por enquanto, fico por aqui.
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts! 😉
Até mais!

Li a Amostra Grátis de “Quase uma Rockstar” e…

liaamostragratise

51m4scZGyvL._SY160_Livro:  Quase Uma Rockstar
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2015
Número de páginas: 272
Média no Skoob: 3.9

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
O livro nos apresenta Amber, uma menina de 17 anos que mora com sua mãe e seu cachorro em um ônibus escolar. Amber nos conta um pouco sobre sua mãe (que não está nem perto de um modelo ideal), sobre sua escola, seus amigos (um grupo que poderíamos considerar excluído dos populares), de seu trabalho voluntário em uma igreja e de sua ligação com a religião (ela nos fala muito sobre suas crenças e sobre seu amor por Jesus).

UM TRECHO QUE VALE A PENA CONTAR:
“Mas a verdade é que não quero que ninguém saiba que estou morando no Amarelão – que o ex-namorado da minha mãe, o babaca do Oliver, nos expulsou do apartamento dele, e por isso minha mãe tem que economizar um pouco de grana até a gente conseguir quatro paredes só nossas. Quer dizer, é uma história bem idiota, e não estou orgulhosa de ser filha da minha mãe no momento. Estarmos desabrigadas pega mal para nós duas. Não é? Pois é.”

A AMOSTRA VAI ATÉ O CAPÍTULO:
Capítulo 5

TERMINA COM:
“A primeira coisa que acontece sempre que entro na Igreja Católica Coreana é:
Todas as DCPC me dão um abraço de urso e me mostram o dever de casa que passei. Ao fim de cada aula, passo para elas uma folha com uma pergunta, que copio umas dez vezes, porque não tenho acesso a uma máquina de xerox. Padre Chee sempre explica a pergunta em coreano, o que é meio que uma cola, mas também é bom, porque queremos que as DCPC façam a tarefa para que seu inglês melhore e elas possam expandir a igreja pelo resto dos Estados Unidos e tal.”

O QUE ACHOU DO LIVRO ATÉ AÍ?
Gostei. A Amber é uma personagem encantadora e já fiquei bem apegada a ela. Uma menina forte, independente e de bom coração. Não suspeitava que o livro tinha um caráter religioso, mas depois que ela conta que leu os livros da série Jesus era um rockstar, percebi de onde vem o título, mesmo porque ela fala bastante sobre religião ao longo desses primeiros capítulos.

COMPRARIA O LIVRO?
Sim! Como disse, já me apeguei a Amber, mas não recomendo para quem tem ressalvas com o caráter religioso da história.

Para comprar o livro, clique em um dos links: Amazon / Saraiva

Ficou com vontade de ler esse livro?
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts! 😉
Até mais!

ANNIE

415r8pqEl+L._

Livro: Annie
Autor: Thomas Meehan
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 207

Para comprar o livro, clique em um dos links: Annie (Amazon) / Saraiva /Americanas / Submarino / Fnac / Cultura / Buscapé

“- Sabe, Sandy, a gente está se saindo muito bem – disse ela baixinho para o cachorro, enquanto ouvia os adultos do lado de fora cantando e conversando na noite quente de primavera. – Temos um lugar para ficar, comida, amigos e até um trabalho. Quer dizer, olhe só para gente! Já temos dezessete centavos!
Então, enquanto a lua cheia brilhante iluminava o barraco na Hooverville, Annie e Sandy adormeceram.”

Olá, leitores! 🙂

Ganhei o livro “Annie” num sorteio da Editora Intrínseca (Uhuuu!!). Minha mãe o enviou aqui pra Holanda e assim que chegou já comecei a lê-lo (Gente, é meu primeiro livro de papel desde que eu vendi os meus porque vinha morar aqui… imaginam a minha emoção?!). 😀

Essa história foi escrita em 1972 e é um musical famoso e premiado da Broadway. Escolhi falar sobre ela hoje, porque termina exatamente no Natal! ⭐

No começo do livro tem um texto do autor explicando como ele criou a história para o musical e depois como a transformou em um livro… é muito legal!

O livro conta a história de Annie, uma menina de 11 anos que vive em um orfanato e espera seus pais virem buscá-la. Isso porque ela foi deixada com “metade de um medalhão de prata pendurado no pescoço. Um bilhete sem assinatura tinha sido preso ao cobertor com um alfinete. ‘Por favor, cuidem bem da nossa menininha’, dizia o bilhete. ‘O nome dela é Annie e nós a amamos muito. Ela nasceu no dia 28 de outubro. Logo vamos voltar para buscá-la. Deixamos metade de um medalhão em torno do pescoço dela e guardamos a outra metade, pois assim, quando voltarmos, saberemos que ela é a nossa filha.”

Conhecemos um pouco sobre a vida dela no orfanato. A Srta. Hannigan, diretora de lá, é uma bruxa que bate nas meninas e as obriga a trabalhar. 👿

Na escola, as meninas do orfanato são maltratadas pelas crianças e pelos professores.

Apesar disso tudo, Annie é uma menina forte e otimista. Não chora quando apanha e seu lema é “O sol vai sair amanhã. Pode apostar seu último centavo nisso.”

Como seus pais não aparecem, Annie resolve fugir do orfanato e ir atrás deles. Assim, temos uma criança sem dinheiro e sem comida nas ruas de NY, no inverno de janeiro com apenas um casaquinho de lã. Ela não tem nem ideia de por onde começar.

Muitas coisas lhe acontecem pelo caminho: ela vai trabalhar duro em uma cantina, adota um cachorro, fica amiga de alguns moradores de rua, mas nada disso diminui sua esperança!

Agora, se ela encontra ou não os pais, só lendo pra saber…

Gostei muito do livro. É um livro com um ar infantil. Tem uma linguagem simples e a leitura é bastante fluente. Rapidinho você o lê. O otimismo de Annie, nos contagia. Às vezes, me pegava sorrindo enquanto lia uma parte da história.

Um dos pontos de que gostei foi o modo como NY, o cenário, faz parte da história. Eu que amo essa cidade, pude me sentir andando por suas ruas e vendo alguns de seus pontos principais.

Recomendo a leitura, pra quem quiser um momento de encanto!

Vai sair um filme ano que vem, mas não quis colocar o trailer aqui porque acho que ele conta demais! 🙄

Por enquanto, fico por aqui.
Um Natal cheio de paz, alegria e sonhos pra você!
Se já leu o livro, me conta o que achou. Se não leu, me conta se te interessou. 😉
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts.
Até a próxima!

Annie 1